Buscar
  • Kelly S. Castro

Cinco diferenças entre um relacionamento tóxico e um relacionamento saudável:

Nem todo mundo percebe que está em um relacionamento tóxico. Afinal, livros, romances na tela e histórias dos amigos evocam que o amor precisa ser forte, doentio e cheio de oscilações. Para verificar mais facilmente se o relacionamento atual não é saudável basta fazer uma pergunta: “Sinto que tenho uma melhor versão de mim mesmo atualmente que no passado?”. Se a resposta for positiva, o relacionamento é maduro e fortalece ambos. Se uma pessoa melhor foi deixada para trás, é melhor avaliar a situação e realizar mudanças.

Um parceiro não completa a vida do outro. Ele deve complementar sua vida. Ambas as situações acontecem de modo muito sutil e é importante estar atento para não enxergar de maneira errônea a realidade. Segundo especialistas para o Huffpost, estas são as 05 diferenças entre um relacionamento tóxico e um saudável:

1. Liberdade: Se a pessoa se sente livre para continuar suas amizades e praticar as coisas de seu próprio interesse, seu relacionamento é saudável. Quando o parceiro entende que ligações externas são importantes para o crescimento do outro e para o fortalecimento do relacionamento, tudo fluirá muito bem. A situação contrária, quando o parceiro está muito ligado com o outro e não gosta de permitir liberdade nas decisões alheias, o outro se sente obrigado a ceder para o bem da relação. O parceiro podado acaba regredindo e infeliz. Mesmo que insista em dizer a todos que está tudo bem, na verdade não está porque não tem progresso. Ele age assim apenas para salvar a união.

2. Ajuste no comportamento: A pessoa age de uma forma na ausência do parceiro e em sua presença, ela muda. Se essa necessidade de alterar o comportamento em frente do parceiro ocorre, o relacionamento não é saudável.

3. Igualdade: Quando as tarefas e o poder no relacionamento e no lar forem iguais, o relacionamento vai muito bem. Quando é tóxico, um dos parceiros é o dominante e o outro submisso.

4. Diferenças: As pessoas não são iguais, apesar de serem semelhantes. Gostos e interesses podem divergir e quando o casal lida bem com isso, o relacionamento é saudável. Em um relacionamento tóxico o parceiro se sente ameaçado pelas diferenças e busca oportunidades para mudar o outro.

5. Conversas: Para os casais que têm um bom relacionamento, quando algo acontece que desagrada um deles, não haverá medo ou receio de debater sobre isso. A comunicação flui tranquilamente e os problemas de ambos são resolvidos ouvindo a opinião um do outro. Em um relacionamento tóxico os reveses serão relevados porque o medo ou a sensação de que não vale a pena tentar resolver sempre será mais forte.

Para os casais que realmente estão preocupados com o bem-estar do parceiro e em construir um relacionamento forte, mudanças serão aceitas para levar o relacionamento para uma versão realmente sólida, completa e cheia de amor. Amor que se importa com o parceiro, deseja seu sucesso e o incentiva a alcançar a sua melhor versão.


Fonte: Huffpost e Familia

2 visualizações

© 2019 por Kelly S. Castro  criado com Wix.com